Japão retira embargo e Santa Catarina volta a exportar carne de frango e ovos

Nesta sexta-feira, dia 18 de agosto, o governo de Santa Catarina anunciou uma notícia aguardada por produtores e autoridades do estado: o governo do Japão retirou o embargo que havia sido imposto à importação de carne de frango e ovos provenientes de Santa Catarina. Essa decisão marca o cumprimento do prazo estabelecido no acordo sanitário entre os dois países, que previa a reavaliação após um período de um mês.

O embargo havia sido anunciado pelo governo japonês em 17 de julho, devido a preocupações relacionadas à gripe aviária. Contudo, o Japão demonstrou um rigoroso comprometimento com os termos do acordo, permitindo que Santa Catarina voltasse a exportar seus produtos avícolas. O governador Jorginho Mello se pronunciou através de uma nota oficial, na qual destacou a conquista: “Santa Catarina está livre da gripe aviária. Somos um estado referência em sanidade animal e essa questão pontual de foco da gripe aviária já é algo superado por nós, e também pelo Ministério da Agricultura.”

A suspensão das compras não afetou somente Santa Catarina, mas também o estado do Espírito Santo. Isso levou o Ministério da Agricultura do Brasil a negociar com as autoridades sanitárias japonesas para revisar a norma relativa à gripe aviária. O novo procedimento passou a isolar somente o município que registra casos da doença em propriedades não comerciais. Até então, qualquer ocorrência resultava no embargo de todo o estado afetado, o que impactou diretamente nas exportações de Santa Catarina.

O Japão é um mercado crucial para as exportações de frango de Santa Catarina, representando cerca de 30% do total de exportações desse produto. Além disso, o país asiático é responsável por adquirir 70% das importações de carne de frango do Brasil. A reabertura desse mercado é uma conquista significativa para o setor avícola catarinense, representando quase 15% das exportações totais de frango do estado.

O secretário de Estado da Agricultura, Valdir Colatto, ressaltou o empenho das autoridades catarinenses em assegurar a qualidade e a sanidade dos produtos exportados. “Foram entregues todas as normas e procedimentos da cidade para prevenção da doença às autoridades japonesas, incluindo o embaixador do Japão, Teiji Hayashi, que se reuniu com o governador Jorginho Mello”. A visita do embaixador foi agendada anteriormente pela Secretaria de Articulação Internacional, e sua coincidência com o problema sanitário auxiliou nas negociações entre Santa Catarina, Brasil e Japão.

Não fique de fora do que está acontecendo na sua região, entre agora mesmo no nosso grupo de WhatsApp e comece a receber as notícias mais relevantes diretamente no seu celular:https://chat.whatsapp.com/B6LPKKEgjnH6YrsPTHJqAC