Exército Brasileiro está em São Ludgero para combater mosquito da dengue
Foto: Divulgação MS

O Exército Brasileiro está em São Ludgero nesta segunda-feira (25), junto a profissionais da Secretaria de Saúde, para o enfrentamento do mosquito Aedes Aegypti. O município, desde maio, é considerado infestado pelo mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya.

Ao longo deste ano, as ações de enfrentamento ao mosquito Aedes Aegypti foram intensificadas na cidade por meio da conscientização da população, mutirão de limpeza e atividade educativa nas escolas. Além disso, o município fez intensificação com Agentes Comunitários de Saúde (ACS) em relação a denúncias e orientações diversas, entrega de panfletos e preparação para identificação de larvas e possíveis focos.

Atualmente São Ludgero possui 38 focos registrados, com 60 armadilhas e 8 pontos estratégicos. O município reforça que as denúncias podem ser encaminhadas através do número (48) 36571938, pelo WhatsApp.

Ações preventivas

As equipes de saúde reforçam algumas ações para que as pessoas consigam evitar os pontos de água parada. São elas:

Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água; lavar com água e sabão tanques utilizados para armazenar água; manter caixas d’agua bem fechadas; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda; trocar água dos vasos e plantas aquáticas; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; acondicionar pneus em locais cobertos; fazer sempre manutenção de piscinas; tampar ralos; não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas; lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água.